Adiamento das olimpíadas pode prejudicar atletas do Grêmio

Adiamento das olimpíadas pode prejudicar atletas do Grêmio

As Olimpíadas de Tóquio foram oficialmente adiadas nesta terça-feira (24), em virtude da pandemia de Coronavírus. Com isso, os jogos olímpicos serão realizados apenas em 2021. Uma grande consequência disso ocorre no futebol, onde o limite de idade é 23 anos, mas com três exceções no grupo de jogadores, geralmente preenchidas por jogadores mais experientes. Caso não haja uma mudança no regulamento, jogadores como Pepê e Caio Henrique perderiam os jogos.

Pepê foi um dos destaques da seleção brasileira no pré-olímpico. Com 23 anos, o atacante gremista excederá o limite de idade em janeiro de 2021, quando completará 24 anos. Mesma situação de Caio Henrique, que fará aniversário durante as olimpíadas, e deve ficar de fora do torneio. Situação que não afetará Matheus Henrique. O meia tricolor, que nasceu em 97, completará 24 anos apenas em Dezembro de 2021, estando assim apto para jogar as Olimpíadas. 

Além de Matheus Henrique, outro jogador tricolor que não será afetado pelo limite de idade é o goleiro Phelipe Megiolaro. Com 21 anos, o jogador tricolor terá uma certa "vantagem" na disputa pela vaga. Isso pois Ivan, da Ponte Preta e Cleiton, do RB Bragantino, titular e reserva da seleção durante o pré-olímpico, também excederão o limite de idade e podem desfalcar a seleção nos jogos olímpicos.