As melhores atuações de Ronaldinho Gaúcho no Grêmio

As melhores atuações de Ronaldinho Gaúcho no Grêmio

Neste sábado, Ronaldinho Gaúcho completa 40 anos de vida. O jogador que iniciou sua carreira no Grêmio foi um dos maiores da história do futebol, sendo eleito melhor do mundo pela FIFA por duas vezes. Vamos relembrar como foi o inicio de sua jornada, conferindo as melhores atuações de Ronaldinho no Tricolor:

 

Grêmio 1 x 0 Ponte Preta
Oitavas de final da Copa João Havelange (2000)

A partida de ida entre Grêmio e Ponte Preta, pelas oitavas de final da Copa João Havelange, no estádio Olímpico, foi marcada por um jogo com muitas faltas e poucos espaços. O jogo se destinava para um empate, até que Ronaldinho fez mais uma de suas bruxarias. O craque cobrou falta com perfeição, dando a vitória para o tricolor.

São Caetano 3 x 2 Grêmio 
Semifinal Copa João Havelange (2000)

Em 2000, o São Caetano era um dos grandes times do Brasil. O clube do interior Paulista fez grandes campanhas na Libertadores e nos campeonatos nacionais. Já o Grêmio, comandado por Celso Roth, era formado por um grande plantel. Jogadores como Zinho, Paulo Nunes, Anderson Lima, Astrada e Danrlei faziam parte do grupo, com o jovem Ronaldinho completando esse elenco recheado de estrelas. Portanto, a semifinal da Copa João Havelange, seria decidida em grandes jogos. 

A partida de ida foi disputada no antigo Estádio Palestra Itália. O time comandado por Jair Picerni chegou a estar vencendo o jogo por 2 a 0, com dois gols do atacante Ademar. No segundo tempo, após fazer grande jogada individual, Ronaldinho diminuiu para o tricolor. Na sequência, o São Caetano ampliou o placar para 3 a 1, com Daniel. Quando ouvia-se gritos de olé no estádio, Ronaldinho recebeu de Paulo Nunes e chutou forte no canto. Fim de partida, em um jogo pouco inspirado da equipe gremista, Ronaldinho foi o grande responsável por levar o Grêmio com vida para o jogo da volta no Olímpico.

Inter 1 x 2 Grêmio
Copa João Havelange (2000)
“Gre-Nal do placar eletrônico” 

O Gre-Nal marcava a inauguração do placar eletrônico do Beira-Rio. Como uma forma de corneta, o placar não mostrava o nome do Grêmio. O Inter largou na frente com um gol do meia Elivélton, mas uma briga entre Danrlei e Fabiano mudaria a história do clássico. Só o atacante foi expulso e o tricolor foi pra cima. Foi aí que apareceu o talento do craque. Em uma cobrança de falta perfeita, Ronaldinho empatou o jogo. A bola foi alta, forte e acertou a gaveta do goleiro colorado. Poucos minutos mais tarde, o Grêmio viraria a partida com um gol de Warley.

Grêmio 2 x 0 Inter
2° jogo da final do Gauchão de 1999

Após perder para o Inter por 1 a 0 no Beira-Rio, o time gremista se via obrigado a vencer a partida. Caso não vencesse, o Inter seria campeão em pleno estádio Olímpico. Quando a partida começava a ficar tensa para o tricolor, Ronaldinho, em cobrança de falta magistral, abriu o placar aos 15 minutos do segundo tempo. Na sequência, Agnaldo ampliou para 2 a 0. Com a vitória, o Grêmio forçou uma 3° partida que iria decidir o campeão gaúcho de 99.

Grêmio 1 x 0 Inter
Final do Gauchão de 1999

O Gre-Nal 341, além de ter decidido o Gauchão de 99, ficou marcado pelo confronto entre o novo craque Ronaldinho e o experiente campeão do mundo Dunga, que, naquele ano, voltava a defender o Inter. A partida começou e o clássico se mostrou bem equilibrado, até o jovem camisa 10 gremista desequilibrar. Aos 44 minutos do primeiro tempo, Ronaldinho recebeu a bola no meio campo. Ele deu uma caneta em Anderson, tabelou com Capitão e recebeu na entrada da área, tirando de André e abrindo o placar no Olímpico. Na etapa final, Ronaldinho manteve seu repertório de jogadas desconcertantes. E escolheu como vítima justamente Dunga, que seria seu treinador na Seleção anos depois. O chapéu e o elástico de letra do camisa 10 no volante colorado ficou na memória dos torcedores gremistas presentes no estádio. O Inter, que era comandado por Paulo Autuori, bem que tentou, mas não conseguiu furar a forte defesa do Grêmio. No fim, o 1 a 0 deu a taça ao Tricolor. A grande partida de Ronaldinho deu ao jogador um grande reconhecimento. Pouco tempo depois, Ronaldinho foi convocado para por Vanderlei Luxemburgo para a disputa da Copa América.