domingo, 17/01/2021
Início Futebol Gaúcho Baú do Bairrista: O Gre-Nal Farroupilha

Baú do Bairrista: O Gre-Nal Farroupilha

Em 111 anos de rivalidade, Inter e Grêmio já fizeram confrontos históricos: Seja por Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil ou finais de Gauchão. Porém um dos clássicos mais emblemáticos da história, é surpreendentemente a final do Citadino de Porto Alegre de 1935. Confira como foi a história dessa partida aqui no Baú do Bairrista: 

A última rodada do Citadino de Porto Alegre foi um clássico Gre-Nal, jogo mais do que decisivo. O Inter chegava para a rodada final do campeonato com 1 ponto a frente do Grêmio, portanto o empate dava o título para o colorado. Graças a isso, o tricolor era obrigado a vencer o rival para sair com o troféu. Apenas isso já faria a partida ser especial, mas a data fez com que o clássico acostumado com a tensão, se transformasse e uma partida prestes a explodir a qualquer momento. 

Diversos fatores fazem um Gre-Nal ser mais especial do que os outros: seja pela competição, por algum jogador ou momento dos clubes. Mas em um estado que possui uma cultura tão forte como é a do Rio Grande do Sul, faz com que nossa história também influencie no jogo. Sendo esse o caso da partida decisiva do Campeonato Citadino de Porto Alegre. O jogo foi realizada no dia 22 de setembro de 1935, dois dias depois do centenário da Revolução Farroupilha, fazendo com que esse Gre-Nal fosse chamado de “Gre-Nal Farroupilha”. Naquele ano, apenas uma torcida ficaria com o orgulho dos farrapos dentro do peito.

O Inter era o grande favorito para ficar marcado na história como vencedor do Gre-Nal dos farrapos. A confiança dos colorados para ser campeão era grande, tanto que um torcedor  caçou 11 cachorros pelas ruas de Porto Alegre, e os pintou de vermelho.  Seu plano era com o  jogo terminado e com o Inter comemorando o título, soltar a cachorrada em pleno campo do rival, provocando a torcida gremista. 

A partida também ficou famosa por ter sido a última atuação do lendário gremista Eurico Lara. O grande ídolo foi proibido pelos médicos de entrar em campo, por estar com um estágio avançado de tuberculose. Porém, Lara enfrentou a todos, e afirmou que jogaria de qualquer jeito, e que ninguém o impediria.

E o ídolo gremista não decepcionou. Lara fez boas defesas evitando uma derrota. O Inter dominou o primeiro tempo e acabou parando no herói tricolor. O primeiro tempo que foi marcado por um jogo muito duro e de ofensividade total colorada, terminaria 0 x 0. 

No intervalo de jogo, a torcida vermelha no estádio já comemora o título. O Inter era muito superior, e o empate já garantiu o troféu para o colorado. Piorando a situação gremista, Lara não suportou as dores no peito, e com isso, não pôde voltar para o segundo tempo.  O goleiro reserva Chico, entraria no seu lugar.

No segundo tempo, o Inter continuou sendo superior, sem Lara no gol, o colorado foi mais ofensivo do que na primeira etapa, deixando o Grêmio preso em seu campo defensivo. Porém, com o tempo passando, os diabos rubros como era conhecido o colorado na época, deixou de atacar e começou a administrar o jogo, já que o empate era favorável. A torcida do Inter já comemorava euforicamente o título nas arquibancadas, quando uma falta mudou a história. Cruzamento para a área colorada, a defesa vermelha afasta, e na sobra, Foguinho chutou forte no canto direito e marcou para o Grêmio. 

Desesperados, os jogadores do Inter se mandaram para o ataque sem muita organização, permitindo que Foguinho recuperasse a bola e iniciasse um contra-ataque mortal. O artilheiro gremista invadiu a área, o goleiro colorado Penha saiu tentando fechar o ângulo, porém Foguinho, rolou para Laci, que só teve o trabalho de fazer 2 x 0.

A festa começou no campo e entrou noite adentro na Baixada. Emocionado, o técnico gremista sugeriu que o título fosse comemorado todos os anos dali para frente, dito e feito. Os jogadores e a direção gremista prometerem comemorar o merecido título por 100 anos. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

mais lidas

Renato perde a paciência e esbraveja contra a imprensa: “Quando eu tiver 200 milhões para gastar, podem me cobrar futebol bonito”

O Grêmio venceu o Bragantino, engatou quatro vitórias consecutivas e escalou até a oitava posição do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, os três pontos não...

7 imagens que mostram como usuários do Instagram distorcem a realidade

Frame na TV versus foto no insta: Esqueceu de alterar a sombra... a J-Lo nem se deu ao trabalho de ter o produto em casa nesse...

CBF divulga datas das finais da Copa do Brasil e Grêmio terá problema caso Palmeiras vença Libertadores

O Grêmio já sabe as datas em que pode jogar as finais da Copa do Brasil. Agora, o tricolor só aguarda o desfecho da...

O que o Ypiranga precisa para garantir o acesso à Serie B

Mesmo na lanterna do Grupo D, o Ypiranga ainda pode garantir o acesso na última rodada do quadrangular da Série C. Neste sábado, o...