quinta-feira, 24/06/2021
Publicidade
Início Tricolor Baú do Bairrista: o show de Perea

Baú do Bairrista: o show de Perea

Depois de ser vice na Libertadores de 2007, o tricolor não começou bem o ano de 2008. Caiu cedo no Gauchão, sucumbindo ao Juventude logo nas quartas-de-final. Devido à sexta colocação do Brasileirão anterior, não participou da Libertadores. Já na Copa do Brasil, perdeu nos pênaltis para o Atlético Goianiense ainda na segunda fase da competição. Restava, assim, o Brasileirão.

Comandado por Celso Roth, o Grêmio estava sedento por um título. À altura da 14ª rodada, o tricolor estava na segunda colocação e, com uma vitória, seria capaz de assumir a liderança. Com este contexto o time foi ao Orlando Scarpelli para a partida contra o Figueirense.

Escalado por Roth com Victor; William Thiego, Pereira e Jean; Paulo Sérgio, Willian Magrão, Rafael Carioca, Tcheco e Anderson Pico, Perea e Marcel, o clube gaúcho preparava-se para uma goleada histórica – com um placar, hoje, infame para o povo brasileiro. Curiosamente, o destaque da partida – assim como na Copa do Mundo de 2014 – não nasceu dentro das fronteiras verdes-amarelas. Edixon Perea, colombiano e autor do gol 10 mil, entraria para a história do Grêmio naquele 24 de julho.

A rede não demorou muito para balançar. Logo aos 17’, Willian Magrão escorou de cabeça e Perea acertou no travessão. No rebote, a bola ainda encostou nas costas do goleiro Wilson antes de entrar. Sorte? Talvez, mas qual centroavante goleador não conta com um pouco de sorte na hora decisiva?

Dez minutos depois, Perea, novamente, contou com o erro de Wilson, que saiu mal no escanteio, para acertar um voleio que morreu no fundo do gol. Dois a zero Grêmio, dois a zero Perea.

Perea foi o grande destaque gremista na partida

O Figueirense bem que diminuiu. Cleber Xavier, de pênalti, equilibrou o jogo em um ensaio de reerguida do time catarinense. Mas o dia era do tricolor. Logo no retorno da etapa complementar, Marcel deixou o dele. Após cruzamento, o centroavante acertou um testaço e ampliou a vantagem dos visitantes. Com a soberania no placar, levaram cerca de quinze minutos para que Perea marcasse novamente. O colombiano, em uma bela finta de pivô, deixou para trás a defesa do Figueirense e marcou seu terceiro gol na partida.

Apesar de há pouco no clube, Perea caía cada vez mais nas graças da torcida. Não bastava os três gols, o colombiano dominava qualquer ataque do clube gaúcho. Em determinado momento, das treze finalizações do Grêmio, oito eram de Perea. O placar dava ao tricolor a liderança no Brasileirão e ainda contou com outro hat-trick.

Reinaldo entrou aos 17’ no lugar de Marcel e demorou sete minutos para balançar as redes. Aos 35’, fez seu segundo com assistência de quem? Edixon Perea. Três minutos depois, a dupla repetiu o feito: Perea lançou Reinaldo, que marcou seu terceiro gol.

Assim, o colombiano Perea, relativamente novo no clube, marcou três gols e distribuiu duas assistências em um dos maiores chocolates da era moderna do Campeonato Brasileiro. O resultado, além de goleada, rendeu ao Grêmio uma liderança que persistiu por treze rodadas – ainda que seria recuperada por mais quatro.

Naquele ano, o título escapou novamente. Depois de ficar dez pontos na frente do São Paulo, a equipe de Muricy Ramalho escalou na tabela e assumiu a liderança na 33ª rodada. O Grêmio, por sua vez, amargou na vice-colocação, apenas três pontos atrás do tricolor paulista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

mais lidas

Os três reforços que o Inter espera anunciar nos próximos dias

Com a chegada do Campeonato Brasileiro, o Inter espera fechar o seu último pacote de reforços no primeiro semestre. A direção colorada e Miguel...

Renato perde a paciência e esbraveja contra a imprensa: “Quando eu tiver 200 milhões para gastar, podem me cobrar futebol bonito”

O Grêmio venceu o Bragantino, engatou quatro vitórias consecutivas e escalou até a oitava posição do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, os três pontos não...

Áudio de presidente do Londrina reacende polêmica sobre eliminação do Ypiranga na Série C

Após a eliminação do Ypiranga na Série C, um áudio polêmico circulou pelas redes sociais. Sérgio Malucelli, presidente do Londrina, foi questionado, em entrevista...

7 imagens que mostram como usuários do Instagram distorcem a realidade

Frame na TV versus foto no insta: Esqueceu de alterar a sombra... a J-Lo nem se deu ao trabalho de ter o produto em casa nesse...