domingo, 17/01/2021
Início Tricolor Baú do Bairrista: O último Gre-Nal de Danrlei

Baú do Bairrista: O último Gre-Nal de Danrlei

O Gre-Nal não é um campeonato a parte, o nosso clássico é um esporte a parte. Nesses 111 anos de rivalidade, o confronto já nos proporcionou inúmeras situações atípicas, momentos que só um Gre-Nal pode proporcionar. Como foi o caso do último clássico de Danrlei. Partida que contou com superação e uma atuação histórica, que consolidou de vez um goleiro como “Homem Gre-Nal”.

Em baixa desde a eliminação do Grêmio na Libertadores de 2003, quando falhou no gol do Independiente Medellín, Danrlei precisava voltar a ter uma boa atuação. O camisa 1 do tricolor, com mais de 30 clássicos na carreira, foi o nome do jogo, uma verdadeira parede à frente do ataque colorado. No total, foram 15 defesas do goleiro tricolor e pelo menos seis delas foram verdadeiros milagres, evitando uma vitória larga do Inter.

Goleiros têm dias bons e ruins. Quando o dia é ruim, não adianta fazer força. Se falho num jogo, me sinto a pior pessoa do mundo, quero me trancar no quarto e ficar lá por três dias. Mas hoje, foi o meu dia” – Comentou o ídolo gremista após a partida.

Prevalecendo a lei da gangorra, Inter e Grêmio entraram para o Gre-Nal 355 no Olímpico em momentos muito diferentes, enquanto o tricolor estava na 17° posição do Brasileirão de 2003, o Inter estava no topo da tabela, em 4° lugar brigando pela Libertadores. Em campo a diferença na tabela também prevaleceu, a equipe de Muricy Ramalho dominou a partida, criando diversas chances de gols, mas sempre parando em Danrlei. Os donos da casa que eram comandados pelo técnico uruguaio Darío Pereyra, foram a campo com a seguinte escalação; Danrlei, Anderson Lima, Renato, Gavião e Roger. Emerson, Tinga, Carlos Miguel e Roberto. Caio e Christian.

Já o Inter que passava por um momento de transição em sua história, iria a campo com uma escalação recheada de jovens jogadores; Clemer, Vinícius, Gavilán, André Cruz e Wilson. Sangaletti, Flávio, Daniel Carvalho e Clayton. Nilmar e Diego

Logo aos 5 minutos de partida, Daniel Carvalho cobrou falta perigosa, obrigando Danrlei a fazer uma grande defesa. Os primeiros minutos seriam o resumo do que seria a partida inteira. Daniel Carvalho novamente, Wilson, Diego e Nilmar, todos eles ditaram o ritmo do clássico no primeiro tempo. Com diversas chances criadas, o Inter mantinha um domínio absoluto na partida, mas eram parados por uma atuação heroica do ídolo gremista.

Na segunda etapa, tudo igual. O Inter pressionava e o Grêmio se defendia. Aos 6 minutos, Diego finalizou de dentro da área e Danrlei, mostrando elasticidade, defendeu. Aos 13 minutos, Flávio, de falta, obrigou Danrlei a fazer mais uma grande defesa. Os garotos do Inter tentaram fazer história com uma bela atuação no Olímpico, em um dia normal, certamente conquistariam uma boa vitória, mas aquele era o dia D de Danrlei. A sensação que o jogo passou foi que a partida poderia ter 4 tempos, que o Inter poderia criar diversas chances, mas nada faria com que o colorado abrisse o placar, pois Danrlei não deixaria nada passar por ele.

O empate por 0 a 0 graças a Danrlei, foi o seu último clássico Gre-Nal. Foram 30 clássicos, vitórias e derrotas, e como toda história bonita precisa de um fim a altura, o ídolo gremista se despediu de maneira majestosa de seu maior rival.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

mais lidas

Renato perde a paciência e esbraveja contra a imprensa: “Quando eu tiver 200 milhões para gastar, podem me cobrar futebol bonito”

O Grêmio venceu o Bragantino, engatou quatro vitórias consecutivas e escalou até a oitava posição do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, os três pontos não...

7 imagens que mostram como usuários do Instagram distorcem a realidade

Frame na TV versus foto no insta: Esqueceu de alterar a sombra... a J-Lo nem se deu ao trabalho de ter o produto em casa nesse...

CBF divulga datas das finais da Copa do Brasil e Grêmio terá problema caso Palmeiras vença Libertadores

O Grêmio já sabe as datas em que pode jogar as finais da Copa do Brasil. Agora, o tricolor só aguarda o desfecho da...

O que o Ypiranga precisa para garantir o acesso à Serie B

Mesmo na lanterna do Grupo D, o Ypiranga ainda pode garantir o acesso na última rodada do quadrangular da Série C. Neste sábado, o...