terça-feira, 01/12/2020
Início Futebol Gaúcho Brasil sai na frente, mas sofre empate da Ponte Preta em Campinas

Brasil sai na frente, mas sofre empate da Ponte Preta em Campinas

O Brasil viajou até Campinas e pode ficar satisfeito com o pontinho conquistado fora de casa. O Xavante marcou ainda na primeira etapa, com Sousa, de cabeça, mas sofreu o empate do eterno Apodi.

O jogo começou um pouco lento, mas tanto a Ponte como o Brasil fizeram questão de acelerar. Camilo (sim, ele mesmo!), fez boa jogada no lado esquerdo e soltou uma pancada para grande defesa de Rafael Martins. Aliás, é possível já adiantar que o goleirão foi protagonista nesta sexta-feira 13.

A Macaca seguiu tentando, teve boa chance com Tiago Orobó, mas o gol saiu mesmo do outro lado. Felipe Albuquerque cobrou falta, Sousa deu uma casquinha e correu para o abraço com a vantagem no placar. O gol foi validado, mas, na repetição, foi possível identificar a irregularidade na origem da jogada.

Tiago Orobó teve que ser substituído logo depois, após dividida com Héverton, e o Brasil recuou suas linhas. A Ponte tanto tentou que o gol de empate saiu aos 45′, após cruzamento de Lazaroni na cabeça de Apodi – em mais um gol não anulado. Antes do intervalo, Rafael Martins fez outra grande defesa no chute de Matheus Peixoto.

No segundo tempo, novos erros de arbitragem. Luan Dias chutou e a bola bateu na barriga de Nuno, mas Wagner Reway viu mão e assinalou penalidade máxima. João Paulo correu para a marca da cal e acabou desperdiçando. O erro deu energia para o Brasil, que tratou de reagir. Bruno José achou bom espaço na esquerda, cortou e soltou o foguete, mas a Ygor foi ainda melhor e fez grande defesa.

Claudio Tencati colocou Jarro no jogo e rapidamente o desempenho do Xavante ficou ainda melhor. Dellatorre disparou na esquerda e passou para Matheus Oliveira. O meia artilheiro tentou o chute cruzado, mas errou o alvo e a bola saiu em tiro de meta. Os minutos seguintes foram de perigo da Ponte. Matheus Peixoto, em dois momentos, forçou grandes defesas de Rafael Martins.

O jogo baixou de ritmo no terço final. Apodi até marcou mais um, mas enfim o bandeirinha assinalou um impedimento correto e anulou o tento. O Xavante teve boa chance no último minuto, em cobrança de falta de Gegê. A bola passou perto, mas nada feito. Empate e um pontinho na mala do Brasil no retorno para Pelotas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

mais lidas

Renato perde a paciência e esbraveja contra a imprensa: “Quando eu tiver 200 milhões para gastar, podem me cobrar futebol bonito”

O Grêmio venceu o Bragantino, engatou quatro vitórias consecutivas e escalou até a oitava posição do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, os três pontos não...

Reencontros e chave difícil: O que os jornais argentinos dizem sobre Inter x Boca

"O Superclássico da Libertadores da América". É assim que o Diário Olé define os três confrontos dos argentinos na competição, onde o Boca enfrenta...

Apesar de jogo morno, Grêmio vence o Bragantino e engata quarta vitória consecutiva

O Grêmio seguiu com os bons resultados e venceu o Red Bull Bragantino nessa segunda-feira. O tricolor marcou com David Braz e Orejuela para...

Defesa menos vazada e busca obsessiva pela Libertadores, como chega o Boca para encarar o Inter

O sorteio da Conmebol realizado nesta sexta-feira foi cruel com o Inter, o colorado irá enfrentar o temido Boca Juniors. Os confrontos que irão...