quinta-feira, 22/10/2020
Início Colorado Em clássico de poucas chances, Grêmio vence e invencibilidade chega a dez...

Em clássico de poucas chances, Grêmio vence e invencibilidade chega a dez partidas

A partida começou com um Grêmio acachapante, marcando em pressão alta e deixando o Inter completamente encurralado na defesa. Escalado de última hora, Matheus Jussa fez um péssimo primeiro Gre-Nal. Improvisado na lateral-esquerda, o defensor não conseguiu fazer a saída de bola e foi vítima constante das investidas da dupla Alisson e Orejuela no setor direito de ataque do Grêmio.

O Inter esboçava poucas reações e mal conseguia sair de seu campo de defesa, apesar de manter mais posse de bola. Na marca de 35 minutos, Marcos Guilherme fez boa jogada e no lance seguinte Galhardo foi derrubado na grande área, com os colorados pedindo pênalti. Enquanto isso, Pepê se destacava no lado tricolor, empilhando dribles em frente à defesa adversária.

Os minutos seguintes foram de pouca criatividade dos dois lados e o trio de arbitragem argentino encerrou a etapa. Ambos os técnicos mantiveram-se conservadores e não alteraram suas equipes. O Grêmio baixou sua pressão no início do segundo tempo e o Inter cresceu.

Mais confortável na partida, os donos da casa deixaram de se preocupar tanto com sua defesa, passando a ocupar majoritariamente o campo de ataque. Aos 12’, Boschilia cruzou na medida para Thiago Galhardo cabecear, no que seria a primeira grande chance da partida.

Os espaços na defesa colorada apareciam cada vez mais. Primeiro, Orejuela recebeu livre na ponta direita. No lance seguinte, Pepê partiu em contra-ataque e quase marcou uma pintura chutando de cobertura. Os minutos passaram e o óbvio aconteceu: Pepê, que vinha sendo o melhor na partida, achou espaço e soltou um belo chute de direita. A bola atravessou área e morreu no fundo da rede. Grêmio 1, Inter 0.

Com a desvantagem, Eduardo Coudet enfim optou por mudar a sua equipe – já com 30 minutos no relógio. D’Alessandro e Leandro Fernández entraram nas vagas de Marcos Guilherme e Rodrigo Lindoso. A reação foi imediata e o Inter emplacou três bons ataques: Abel de meia bicicleta, Boschilia de perna direita e D’Alessandro aproveitando cruzamento.

Renato também mudou sua equipe, levando Isaque, Robinho e Luiz Fernando para o jogo. Os minutos passaram e nada do placar ser alterado. O Inter tentava e nada acontecia. Orejuela quase marcou o segundo gol e nada do colorado ter reação. 40 minutos; nada. 45 minutos; nada. 50 minutos; nada.

O Grêmio é o dono da primeira vitória em um Gre-Nal da Libertadores e mantém a sequência de 10 jogos sem perder um clássico. É tricolor no RS! Com a vitória, o clube de Renato Portaluppi chegou aos mesmos sete pontos do colorado, ficando em segundo apenas pelo saldo de gols.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

mais lidas

Especial: Jogadores Vira-Casaca na década de 90

Na primeira parte desta matéria mostramos os 25 jogadores que viraram a casaca no século 21. Agora, chegou a vez dos anos 90, que...

Desenvolvedores criam mapa de corrida de carro baseado em Porto Alegre

Já pensou em disputar uma corrida de carro na orla do Guaíba? Ou então passear em alta velocidade pelo Beira-Rio e Arena do Grêmio?...

Jogadores do Grêmio publicam nota conjunta: “Nos respeitem!”

Após o Grêmio divulgar o adiamento de parte dos vencimentos dos jogadores, os atletas tricolores foram às redes sociais comentar sobre o assunto. Publicaram...

Jogo do Grêmio terá narração de Luiz Alano e comentários de Mauro Galvão. Saiba mais:

Já está definida a escala do SBT para o confronto do Grêmio na Libertadores nesta quarta, às 21:30, contra a Universidad Católica. O narrador...