sexta-feira, 15/01/2021
Início Futebol Gaúcho Especial Bundesliga: Do Juventude para a Alemanha

Especial Bundesliga: Do Juventude para a Alemanha

A Bundesliga – Campeonato Alemão – retorna neste sábado e O Bairrista apresentará ao longo da semana uma série de matérias temáticas, intituladas Especial Bundesliga. Hoje falamos sobre o zagueiro Naldo, que saiu do Juventude para jogar em clubes como Werder Bremen, Wolfsburg e Schalke 04.

Muitos jogadores surgem no interior e brilham em equipes de maior estrutura no Brasil. O Juventude, por exemplo, tem como recentes exemplos Alex Telles, Índio e Roberson, que atuaram/atuam pela dupla Grenal, além de passagens pela Europa (Telles) ou outros grandes clubes nacionais. Entretanto, a transição direta de um clube do interior para um gigante europeu raramente acontece.

Este é o caso de Naldo, que após destacar-se no verde e branco da serra gaúcha transferiu-se para o verde e branco da Alemanha: o Werder Bremen. Enquanto atuando no Rio Grande do Sul, Naldo teve excelentes companheiros de zaga, como Chicão (posteriormente campeão do mundo com o Corinthians), Antônio Carlos Zago (ex-Roma e futuro treinador), Índio, Dante e Thiago Silva.

Retrocedendo ainda mais, Naldo começou sua carreira no RS Futebol (atual Pedrabranca) – assim como Thiago Silva. A dupla foi para o Juve e o carioca saiu mais cedo – acabaria voltando para tornar-se ídolo do Fluminense antes de ter uma sólida carreira no Milan e no PSG.

Voltando para o Naldo, sua negociação com o Werder Bremen aconteceu em 2005, após o Juventude ter terminado o Campeonato Brasileiro na 7ª colocação e estar disputando a Copa Sul-Americana. Na sua primeira temporada, foi titular em todos os jogos – com exceção de duas ausências por lesão. Participou da campanha do time na Champions League até caírem nas oitavas-de-final para a Juventus.

Na temporada seguinte, ficaram em terceiro lugar na Bundesliga – atrás apenas de Schalke 04 e Stuttgart – e alcançaram as semifinais da Europa League. Naldo seguiu como titular do clube, assim como na temporada 2007-08, em que o Werder Bremen conquistou o vice-campeonato nacional.

Naldo chegou ao mais alto nível: foi convocado para a Seleção Brasileira. Atuou em quatro partidas com a amarelinha e fez parte do elenco campeão da Copa América de 2007.

Ficou mais quatro temporadas no clube e conquistou uma Copa da Liga Alemã, uma Liga da Alemanha e uma Supercopa da Alemanha, além de conseguir a segunda colocação na Europa League de 2008-09, perdendo para o Shakhtar Donetsk na final. Na ocasião, Naldo foi quem marcou o tento do Werder Bremen, mas o brasileiro Jadson ampliou para os ucranianos já no acréscimos.

Em 2012, Naldo foi negociado por 4 milhões de euros com o Wolfsburg – mais um time em que o zagueiro vestiu o verde e branco. Na sua temporada de estreia, não teve sorte com o treinador Felix Magath, que o rebaixou ao time reserva. Entretanto, para a felicidade de Naldo, Magath teve um péssimo desempenho e foi rapidamente demitido, fazendo com que o brasileiro recuperasse a titularidade.

Seguiu sendo titular, mas passou a sofrer com lesões no Wolfsburg. Firmou-se como capitão na temporada 2015-16 pelo clube e foi o responsável por levantar o caneco da Copa da Alemanha. Conquistou novamente a Supercopa da Alemanha antes de assinar um pré-contrato com outro gigante alemão: o Schalke 04. Além disso, Naldo agora possuía cidadania alemã, uma vez que estava atuando no país há mais de dez anos.

Naldo levantando o troféu da Supercopa da Alemanha em 2015.

Já experiente, com 34 anos, Naldo foi titular do Schalke. Finalizou sua primeira temporada no meio de tabela, mas um ano depois o brasileiro brilhou. Naldo levou o Schalke à segunda colocação da Bundesliga, ficando atrás apenas do gigante Bayern de Munique. Não satisfeito, o zagueiro foi eleito o terceiro melhor futebolista alemão, ficando atrás apenas do atacante Nils Petersen e do meia Toni Kroos, titulares da Seleção. Ainda assim, Naldo foi eleito pelos jogadores da Bundesliga como o melhor jogador da temporada.

Ficou mais um ano na Alemanha e caiu nas oitavas-de-final com o Schalke 04. Novamente em uma situação de pré-contrato, transferiu-se para o Mônaco. Atuou apenas seis meses pela equipe, finalizando a temporada em maio de 2019. Desde então, Naldo não atuou mais profissionalmente. Rescindiu com o Mônaco em janeiro de 2020. Com 37 anos, o zagueiro encontra-se sem clube e não anunciou sua aposentadoria. Talvez os tempos de Europa tenham passado para Naldo. Talvez até mesmo seus tempos de futebol tenham acabado. Mas o jogador já revelou querer voltar a jogar e, fala aí, torcedor, aceitaria o zagueirão no seu time?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

mais lidas

Renato perde a paciência e esbraveja contra a imprensa: “Quando eu tiver 200 milhões para gastar, podem me cobrar futebol bonito”

O Grêmio venceu o Bragantino, engatou quatro vitórias consecutivas e escalou até a oitava posição do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, os três pontos não...

7 imagens que mostram como usuários do Instagram distorcem a realidade

Frame na TV versus foto no insta: Esqueceu de alterar a sombra... a J-Lo nem se deu ao trabalho de ter o produto em casa nesse...

CBF divulga datas das finais da Copa do Brasil e Grêmio terá problema caso Palmeiras vença Libertadores

O Grêmio já sabe as datas em que pode jogar as finais da Copa do Brasil. Agora, o tricolor só aguarda o desfecho da...

Ypiranga vai para a última rodada da Série C com chances de acesso

Mesmo na lanterna do Grupo D, o Ypiranga ainda pode garantir o acesso na última rodada do quadrangular da Série C. Neste sábado, o...