terça-feira, 01/12/2020
Início Tricolor Guia do Sorteio: As pedreiras e as babas no caminho do Grêmio...

Guia do Sorteio: As pedreiras e as babas no caminho do Grêmio na Libertadores

Nesta sexta-feira, o Grêmio irá conhecer seu adversário nas oitavas de finais da Copa Libertadores através de um sorteio, que irá ser realizado às 12:00 horas pela Conmebol. Como foi “campeão do grupo” o Tricolor em tese tem um caminho mais fácil que o Inter. Porém, a principal competição do continente é traiçoeira e qualquer adversário pode trazer perigo. Confira os piores e mais “tranquilos” rivais que a equipe de Renato Portaluppi pode encarar na próxima fase do torneio!

PEDREIRAS:

Inter: Apesar de estar vivendo uma das maiores invencibilidades na história do clássico, e por alguma razão se transformar em um Bayern de Munique contra o Colorado, Gre-Nal é Gre-Nal como já diz o poeta. Garantir a liderança do grupo para “ganhar de presente” um confronto contra o seu maior rival nas oitavas de final, certamente seria um presente de grego.

Independiente Del Valle: Após empatar contra o América de Cali ontem à noite, Renato Portaluppi destacou que o único clube do brasil que não tem problemas é o Flamengo. Pois é, mas imagina então enfrentar uma equipe que goleou o atual campeão Brasileiro e da América por 5 a 0. Indiscutivelmente o Independiente Del Valle é a equipe que mais cresceu no continente nos últimos anos. A modesta equipe do Equador, com uma direção moderna que investe forte nas categorias de base, nos últimos anos chegou a uma final de Libertadores (2016) e recentemente foi campeã da Copa Sul-Americana. A equipe de Sangolquí, comandada pelo espanhol Miguel Ángel Ramirez – Recentemente procurado para ser o técnico do Palmeiras, apresenta um excelente futebol, e com certeza seria um oponente muito difícil para o Grêmio.

Racing: Não é preciso nem muitas explicações para apontar o Racing como uma possível pedreira no caminho do Grêmio. O clube é um dos gigantes da Argentina e recentemente foi campeão argentino. Apesar de ter se classificado na 2° posição do grupo, a ex-equipe de Eduardo Coudet fez pontuação de líder, 15 pontos conquistados, ficando atrás do Nacional por conta do saldo de gols.

MÉDIO:

Athlético PR: Apesar de atualmente estar em uma crise profunda e ter conseguido a façanha de ter ficado atrás do Jorge Wilstermann em seu grupo, o Furacão vem mostrando nos últimos anos que aprendeu a jogar copas. Em 2018, quando ainda não tinha o H em seu nome, foi campeão da Sul-Americana. Já no ano passado, eliminou o próprio Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil e seguiu para o título inédito contra o Inter. Sem contar que jogar na Arena da Baixada sempre é difícil, por conta do seu gramado sintético.

LDU: Campeã da Libertadores em 2008, Recopa e Sul-Americana em 2009, a LDU sem dúvidas alguma é uma das grandes equipes do continente. Nesta temporada, o clube eliminou ninguém menos que o São Paulo na fase de grupos e ficou somente 1 ponto atrás do gigante River Plate – com direito a vitória em cima do gigante argentino por 3 a 0. 

Guaraní: Assim como a LDU, o Guarani também fez excelente campanha na fase de grupos, apesar de ter se classificado em segundo lugar. O clube de Assunção conquistou 13 pontos e foi derrotado somente para o Palmeiras, no Allianz Park. Vale salientar o bom retrospecto da equipe de Assunção contra clubes brasileiros. 

BABA:

Libertad: Classificado para as oitavas de final com a pior campanha, o tradicional clube do Paraguai não vive o seu melhor momento. A equipe de Assunção suou muito para conquistar a segunda vaga do grupo H contra adversários teoricamente mais frágeis, como: Caracas e Independiente Medellín. Na noite de ontem, o Libertad foi derrotado dentro de casa para o rival colombiano e só conquistou a vaga para as oitavas de final por conta da goleada que o Caracas sofreu para o Boca.

Delfin: O jovem clube de 31 anos é uma das grandes surpresas para as oitavas de final. Classificada no grupo do Santos, o clube equatoriano passou pelo argentino Defensa Y Justicia e o tradicional Olímpia. Entretanto, a equipe de Manta conquistou a classificação para as oitavas de final somente com a 15° posição no geral e venceu apenas duas partidas na fase de grupos. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

mais lidas

Renato perde a paciência e esbraveja contra a imprensa: “Quando eu tiver 200 milhões para gastar, podem me cobrar futebol bonito”

O Grêmio venceu o Bragantino, engatou quatro vitórias consecutivas e escalou até a oitava posição do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, os três pontos não...

Reencontros e chave difícil: O que os jornais argentinos dizem sobre Inter x Boca

"O Superclássico da Libertadores da América". É assim que o Diário Olé define os três confrontos dos argentinos na competição, onde o Boca enfrenta...

Apesar de jogo morno, Grêmio vence o Bragantino e engata quarta vitória consecutiva

O Grêmio seguiu com os bons resultados e venceu o Red Bull Bragantino nessa segunda-feira. O tricolor marcou com David Braz e Orejuela para...

Defesa menos vazada e busca obsessiva pela Libertadores, como chega o Boca para encarar o Inter

O sorteio da Conmebol realizado nesta sexta-feira foi cruel com o Inter, o colorado irá enfrentar o temido Boca Juniors. Os confrontos que irão...